Logo

Notícias

Após encontro com empresários em Nova Lima, ministro diz que economia está em crescimento
RADIO ITATIAIA

Após encontro com empresários em Nova Lima, ministro diz que economia está em crescimento

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que a economia brasileira voltou a crescer, e que a expectativa é que, daqui a cerca de dois anos, o desemprego atinja níveis como o de anos anteriores à crise. Meirelles foi um dos convidados do "Conexão Empresarial", evento organizado pela VB Comunicação e que reúniu empresários, políticos e especialistas em economia na tarde desta terça-feira, no Serena Mall, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Dentre os presentes estavam o ex-governador de Minas Gerais Alberto Pinto Coelho e o presidente da Frente Nacional de Prefeitos, o ex-prefeito de BH, Marcio Lacerda.

No encontro, Meirelles fez um apelo para que empresários invistam e, como consequência, ajudem no quadro atual da economia brasileira, que, segundo ele, dá sinais de retomada do crescimento. "Nós já temos várias medidas econômicas que estão surtindo efeito. A inflação, que até um ano atrás era próximo de 10% ao ano, agora fechou em abril em 4,8%" explificou em entrevista coletiva.

Segundo o ministro, a economia deve crescer 2,7% ao fim de dezembro, se comparado com o mesmo período do ano passado e 0,5% de crescimento real. Ele admite, entretanto, que população ainda sente os efeitos da recessão, e que o desemprego é elevado, apesar da queda em abril.

O pleno emprego, com números recentemente experimentados no país, no auge da economia, está previsto para voltar em 2019, segundo Meirelles. "Nós acreditamos que em cerca de dois anos já vamos ter índice de desemprego se aproximando daquilo que tivemos nos últimos anos."

Reforma da Previdência

Henrique Meirelles afirma que o governo tem um "relativo grau de segurança" de que a reforma será aprovada na Câmara, o que, para ele, deve ocorrer até o fim deste mês. "Todos sabem que a reforma da Previdência é fundamental para o país voltar a crescer", declarou o ministro, que admite a possibilidade apenas de novas mudanças superficiais no texto.

Deixe seu comentário

© Copyright 2017 Web Rádios. Todos os direitos reservados.